Rua Bruno Riscali, 569 - Vila Hípica - Olímpia - SP, 15407-150

Chacoalhão da Educação

Todos os anos, no dia 28 de abril, comemora-se o dia da Educação. Data mais que justa de ser lembrada por sua importância para as pessoas e ao país. No entanto, esse ano, em meio a uma pandemia e isolamento social, a Educação levou um tremendo chacoalhão! Sobre esse momento que estamos passando é que vamos falar.

Não existe solução perfeita para esse momento. Vamos fazer o que dá para ser feito. O que as escolas particulares têm feito não é oferecer o ensino a distância. O EaD pressupõe um planejamento prévio e uma estratégia pedagógica que não condiz com a situação atual. As escolas tem oferecido um ensino remoto.” Trecho extraído da entrevista do Roda Viva da TV Cultura com a presidente do Escola para Todos, Priscila Cruz, no dia 13/4.

            Essa foi a estratégia utilizada pelo Colégio Liceu, o ensino remoto. Com um time de professores experiente e dedicado, muitos deles com atividades docentes no ensino superior a distância, imediatamente, ao estancar as atividades presenciais, tomaram a dianteira e treinaram os demais professores e, com apenas uma semana de paralisação, foram iniciadas as aulas remotas.

Agora, com mais de um mês de aulas não presenciais e iniciando o ciclo de avaliações, o colégio conta com a total adesão dos alunos, apoiado pelos pais que não mediram esforços para que esse novo modelo de aprendizado tivesse êxito.    

Todos estão percebendo a importância da escola, do espaço escolar, do professor, da importância de os alunos conviverem com adultos que não são da sua família, que pensam diferentes sim; isso forma o pensamento, o caráter, a visão de mundo. Ensinar não “é para qualquer um”. Ensinar bem é uma ciência muito difícil. Neste momento fica a reflexão que dá trabalho e é difícil a garantir a aprendizagem dos nossos filhos”, declara Priscila Cruz em mais um trecho de sua entrevista.

Professores, diretores e coordenadores agora, planejam o momento do retorno. Haverá uma acolhida toda especial e atividades de integração e convivência. Uma equipe multidisciplinar identificará os alunos com deficiências ou de baixo rendimento e esses serão submetidos a um amplo processo de reforço e recuperação.

Enquanto as aulas não retornam, ficam abaixo as dicas aos pais para o acompanhamento das atividades escolares de seu filho:

  1. Não substituir o professor
  2. Se seu filho tiver dúvidas, deixe ele trocar ideia com o professor ou com os colegas
  3. JAMAIS fazer as tarefas no lugar dele
  4. Dê segurança, apoio emocional e afetivo. Converse muito com ele.

A aprendizagem é muito importante, claro, mas, neste momento, em casa, com os filhos, precisamos aproveitar para dar “uma educação” além da escolar.

E, se, em vez de aprenderem matemática, português, história, geografia…nossas crianças aprenderem mais e mais sobre ser mais responsáveis e conectados com toda a família em casa?

Aprenderem sobre cultivar plantas, cantar músicas, cuidar dos seus animais de estimação, entre outros afazeres.

Se, nossos filhos aprenderem mais sobre “como ser boas pessoas”, muito mais que ganhar o ano letivo, ganharemos juntos um tremendo futuro!

Deixe uma resposta

Fechar Menu